Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Youtube     Siga-nos por RSS
 
Avaliação de Desempenho: valerá a pena discordar?
24 Mai 2022
Avaliação de Desempenho: valerá a pena discordar?
Avaliação de Desempenho: valerá a pena discordar?

Para garantir a defesa dos trabalhadores, a avaliação de desempenho está regulamentada pela Cláusula 5.ª do Acordo de Empresa (AE), celebrado entre o SINAPSA e a GENERALI.

As avaliações de desempenho têm por vezes alguns critérios indiscerníveis, cujos resultados nem sempre são claros e transparentes para o avaliado: o trabalhador.

Assim, esta Cláusula garante a possibilidade de o trabalhador poder discordar, fundamentadamente, da avaliação que lhe está a ser feita.

Este processo de discordância pressupõe que o trabalhador pode recorrer da avaliação efectuada por escrito, em template próprio, que será apreciada por uma Comissão de Recurso que decidirá sobre a reclamação apresentada.

O trabalhador dispõe de um prazo de 15 dias para fazer a apresentação da reclamação.

A Comissão de Recurso decidirá no prazo de 90 dias.

Relembramos a todos que as avaliações de desempenho são tidas em conta nas promoções facultativas, na atribuição de remunerações que excedam os mínimos obrigatórios, bem como na atribuição de eventuais prémios facultativos, entre outras matérias.

Por isso, discordar é uma opção inscrita no próprio AE. Usá-la é um direito.

Ganha Força. Sindicaliza-te no SINAPSA.

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO: VALERÁ A PENA DISCORDAR?
AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO: VALERÁ A PENA DISCORDAR?

 
 
PROTOCOLOS
GUIAS PRÁTICOS
Porto
Rua Breiner, 259, 1º
4050-126 Porto
T + 351 222 076 620
M + 351 918 036 117
geral@sinapsa.pt
Lisboa
Rua Cidade de Liverpool, 16 C R/C Dto
1170-097 Lisboa
T + 351 218 861 024
M + 351 917 562 454
lisboa@sinapsa.pt
Descarregue a nossa APP
App Store
Google Play
Newsletter

Copyright SINAPSA | 2020 | Sindicato Nacional dos Profissionais de Seguros e Afins | Desenvolvido por Portugal Interactivo